Após Leão de Ouro, Paulo Mendes da Rocha é premiado com o Praemium Imperiale de Arquitetura | aU - Arquitetura e Urbanismo

Arquitetos

Notícias

Após Leão de Ouro, Paulo Mendes da Rocha é premiado com o Praemium Imperiale de Arquitetura

Segundo a Associação de Artes do Japão, trabalho do brasileiro considera não só a harmonia entre o externo e o interno, como também localidade, história e paisagem

Luísa Cortés, do Portal PINIweb
13/Setembro/2016

O arquiteto brasileiro Paulo Mendes da Rocha é o ganhador, na categoria Arquitetura, da 28ª edição do Praemium Imperiale, promovido pela Associação de Artes do Japão. Segundo a entidade, "buscando 'uma harmonia ideal entre o externo e o interno', seu trabalho compreensivelmente leva em consideração localidade, história e paisagem".

O arquiteto é graduado pela Universidade Presbiteriana Mackenzie. Com 29 anos, ganhou um concurso para projetar o ginásio no Clube Atlético Paulistano. Também foi responsável pela renovação da Pinacoteca do Estado de São Paulo, pelo Museu Brasileiro de Escultura (MuBE), e pela Praça do Patriarca.

Em 1970, Mendes da Rocha projetou o Pavilhão Brasileiro para a Exposição Mundial de Osaka, no Japão. Fora do país, também é responsável pelo Museu dos Coches, em Lisboa

O profissional já lecionou na Universidade de São Paulo (USP) e já presidiu o Instituto dos Arquitetos do Brasil (IAB). Ele é o segundo brasileiro a ser reconhecido com o prêmio, sendo o primeiro o seu amigo pessoal, mas com quem nunca trabalhou, Oscar Niemeyer, em 2004.

O arquiteto de 87 anos é também o segundo brasileiro a ganhar o Prêmio Pritzker, após Niemeyer, e foi homenageado neste ano com o Leão de Ouro, pelo conjunto da sua obra, na Bienal de Arquitetura de Veneza.

Com ele, foram premiados o cineasta Martin Scorsese, o violinista e maestro Gidon Kremer, a artista visual Annette Messager, e a fotógrafa Cindy Sherman. A premiação acontecerá em Tóquio no dia 18 de outubro e cada premiado receberá 15 milhões de ienes (cerca de R$ 480 mil) e uma medalha, entregue pelo príncipe Hitachi.

A categoria arquitetura premiou, no ano passado, Dominique Perrault e, em outras edições, foram lembrados nomes como Steve Holl, David Chipperfield, Henning Larsen, Zaha Hadid, Norman Foster, Alvaro Siza e Renzo Piano.

Leia mais:
Editora portuguesa lança livros com obras de Paulo Mendes da Rocha e Álvaro Siza
Paulo Mendes da Rocha assina projeto de reforma do Parque do Ibirapuera, em São Paulo
Começa primeira etapa de reconstrução do Museu da Língua Portuguesa, em São Paulo



Destaques da Loja Pini
Aplicativos