Assinada por Ruy Rezende, nova sede da Infoglobo no Rio de Janeiro tem fachada com brises motorizados | aU - Arquitetura e Urbanismo

Edifícios

Notícias

Assinada por Ruy Rezende, nova sede da Infoglobo no Rio de Janeiro tem fachada com brises motorizados

Internamente, área de trabalho foi criada como um espaço aberto, com transparência, flexibilidade de layout e inovação

Luísa Cortés, do Portal PINIweb
1/Fevereiro/2017

O escritório RRA, de Ruy Rezende, criou o projeto e plano de ocupação da nova sede do Infoglobo, na cidade do Rio de Janeiro, com foco nas qualidades necessárias a um jornal: dinâmica, interação, integração, online e full time. O edifício de 27,3 mil m² de área construída ocupa uma antiga fábrica da empresa, um galpão de rotativas, comportando dois subsolos e seis pavimentos

Junto à antiga edificação foi incorporado um casarão histórico, construído em 1910, mas adaptado aos dias atuais. A construção simboliza, segundo o arquiteto, a fábrica de ideias para qual o lugar se propõe hoje.

Na área de trabalho, as premissas de criação foram de um espaço aberto, com transparência, flexibilidade de layout e inovação, o que propicia uma certa integração entre as equipes.

O espaço prioriza, ainda, a iluminação natural, com um átrio como ponto central. Esse elemento também traz ao ambiente um espaço criativo, de onde é possível enxergar os vários andares, as redações e as salas de pauta, espaços planejados como blocos de vidro flutuantes que se projetam sobre o átrio, ganhando o destaque merecido. Além disso, ele reflete a velocidade das notícias, sendo um espaço de integração de todos os ambientes da empresa, o que condiciona a uma mais rápida interação e comunicação.

Ali, uma cobertura de cabos tensionados e de vidros formam uma estrutura mista de alta eficiência energética, que traz conforto ambiental, ainda mais se somada ao paisagismo integrado.

O que se destaca, no entanto, é a fachada, que conta com brises motorizados, movimentadas de acordo com a incidência solar ao prédio. Elas controlam a entrada do sol, reduzindo o uso de ar condicionado e aumentando a eficiência energética do edifício. Em parte das fachadas ainda há textos no formato de pontos importantes da cidade, como a Pedra Branca e a da Tijuca.

O projeto do RRA recebeu a certificação de sustentabilidade LEED silver.