Pavilhão dançante projetado por Guto Requena ganha prêmio Prix Versailles | aU - Arquitetura e Urbanismo

Edifícios

Notícias

Pavilhão dançante projetado por Guto Requena ganha prêmio Prix Versailles

Projeto para o Parque Olímpico, no Rio de Janeiro, usou cerca de 500 espelhos redondos que se movimentavam conforme o ritmo da música

Gabrielle Vaz, do Portal PINIweb
19/Maio/2017

O Pavilhão Dançante criado pelo arquiteto brasileiro Guto Requena para o Parque Olímpico da Barra, no Rio de Janeiro, ganhou neste mês de maio o Prêmio Especial Exterior na categoria Restaurantes do Prix Versailles 2017, da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). Ele também foi considerado o melhor nas Américas.

O projeto foi desenvolvido para ser um local de eventos como festas, danças DJs e apresentações. Seu funcionamento foi baseado no uso de sensores que, alocados na pista de dança, captavam a batida e a movimentação das pessoas. A partir daí, ativavam os motores responsáveis por acionar cerca de 500 espelhos redondos instalados na parte externa, de estrutura metálica colorida.

Durante o dia, o pavilhão cinético criou imagens gráficas, jogando com a luz e a sombra projetadas no chão e no entorno. À noite, feixes luminosos eram refletidos para fora, chamando atenção para a entrada do Parque Olímpico.

Atualmente o Prêmio Prix Versailles reconhece mais de 70 projetos ao redor do mundo, segmentado pelas regiões África e Oeste da Ásia; América do Norte; América Central, do Sul e Caribe; Ásia Central e Nordeste; Sul da Ásia e Pacífico e Europa, além da etapa final com competição global.

Abaixo estão a lista de todos os vencedores por categoria:

Categoria Lojas
Dior Miami (Miami, Florida, USA), do escritório BarbaritoBancel Architects (França), recebeu o Prix Versailles 2017
Prêmio Especial Interior – Hangzhou Zhongshuge (Hangzhou, China), do escritório chinês X+Living
Prêmio Especial Exterior – Loja temporária da Chanel (Amsterdã, Holanda), do escritório MVRDV
 
Categoria Shopping Center
Tokyo Plaza Ginza (Tóquio, Japão), de Nikken Sekkei (Japão), recebeu o Prix Versailles 2017
Prêmio Especial Interior – ARG Shopping Mall (Teerã, Irã), do escritório arsh4d studio (Irã)
Prêmio Especial Exterior – Lideta Mercato (Addis Ababa, Etiópia), do escritório espanhol Vilalta Arquitectura
 
Categoria Hotéis
Chablé – Yucatan Peninsula (Chocholá, México), de Jorge Borja and Paulina Morán (México), recebeu o Prix Versailles 2017
Prêmio Especial Interior – Spedition (Tune, Suíça), de Stylt, Trampoli (Suécia)
Prêmio Especial Exterior – Mar Adentro (San José del Cabo, México), de Miguel Ángel Aragonés (México)
 
Categoria Restaurantes
Illusion (Doha, Qatar), assinado pelo Rockwell Group (EUA) recebeu o Prix Versailles 2017
Prêmio Especial Interior – Shukufuku Japanese Bento (Melbourne, Austrália), do escritório australiano Rptecture Architects
Prêmio Especial Exterior – Pavilhão Dançante (Rio de Janeiro, Brasil), do Estudio Guto Requena (Brasil)

Leia mais:

Pavilhão projetado para a Olimpíada tem fachada que se move conforme o ritmo da música



Destaques da Loja Pini
Aplicativos